The Legend Of :: Final Fantasy VII

Reações: 




Uma fantasia sem fim, ou um épico de 99 ?

Lançado em 1999, esse que viria á revolucionar os RPGs da época, FF7 foi o sétimo jogo da série principal a ser lançado no console da Sony, o game seria originalmente lançado para a casa do Mario, nesse caso o poderoso Nintendo 64, mas a Square estava pensando grande, e essa grandeza parece ter sido impedida pela dificuldade de se programar para cartuchos algo tão bélico...Desde o ótimo Final Fantasy V lançado no Super Famicon, a Square já esperava revolucionar a série com um game tridimensional, mas era algo improvavel sem uma plataforma adequeada, até que o motor gráfico em testes foi apresentando: C-Graph, foi quando em 12 de Janeiro de 1996 a Square disse adeu á casa que honrosamente ajudou a própria se re-erguer, quebrando um pacto - Satânico ? - e iniciando um novo, foi quando a Sony se tornou a mais nova casa de Final Fantasys futuros - e 7 anos depois, Crystal Chronicles remarca o retorno á casa, game que foi lançado da GC.
Com uma equiper gigantesca de 100 homens, e um orçamento maior que as nadegas, a Square começou a dar vida á um de seus maiores trunfos, o game até chegou a ser cancelado várias em várias vezes, tendo suas datas de lançamentos adiadas pra quase um ano inteiro, e milhares de propagandas, e como já havia acontecido uma vez, a Square gastou toda sua força em mais um projeto, que indendentemente, poderia leva-lá á falencia de um dia pro outro.





Foi quando em 31 de Janeiro de 1997 que o Game finalmente saiu, pelo menos lá no japão. Em quanto nós ficavamos babando em informações, das quais, diziam que o Game era uma das setes maravilhas do mundo...
Kazushige Nojima estava agora no controle de Design de personagens, seus traços em Mangá se encaixavam perfeitamente com o mundo do Game, em 3D...Outros nomes famosos como Hironobu Sakaguchi e Yoshitaka Amano continuaram, ao lado de outras lendas japonesas, com nomes impronussiaveis pra mim poder escrever aqui. O Game começava com uma bela CG pra época, é claro, e logo você já estava em ação, sem a menor explicação ou "Perda de Tempo" lendo textos e conversas, você controlava Cloud Strife um Ex-Soldier em um grupo rebelde com a missão de destruir um reator Mako, que sugava a energia vital do planeta para criar coisas horrendas e também, ao mesmo tempo, bélicas. Cloud porém era frio, cauculista, mas sempre dava o humor, ele foi apresentado ao grupo rebelde por sua amiga de infância: Tifa Lockhart, e o incesquecivel - pra mim... - e boca suja, Barret.

O Estilo de Câmera do Game era meio Resident Evil da vida, ou seja com imagens pré-renderizadas ao fundo e personagens em 3D por cima dessa imagem. Os controles, porém, diferentes de RE eram diretos, não sendo meio "Tanque". Porém Sakaguchi queria dar enfase á coisas cinematográficas, e então, mini curtas metragens eram exibidos durante o game, e em tempo real, algo INCRIVEL pra época, nenhum Loading, nada, necas, zero!
O Gameplay do game era muito rápido também, com batalhas épicas rolando, e cerca de 40 minutos de animações In-Game, a inclusão de matérias ao Game deram enfâse á um modo vasto de personalização também, e as batalhas tinham uma camêra que se movimentava constantemente, exibindo personagens em batalhas realistas, e com golpes devastadores, o Limit Break agora tinha uma barra que era preenchida de acordo com o desenrolar das lutas, e que desencadeava uma série de golpes devastadores.

O Game tinha também aquele sistema super Foda que as versões de SNES carregavam no sangue, os Mapas, que eram expenssos e totalmente em 3D, colocando a camêra nas costas de Cloud e em 3ª Pessoa, para navegar Cid o voador de games anteriores - Bem Diferente agora... - aparecia e lhe dava algumas ferramentas de passeio, pra você levar seu Dog pro passeio...Chocobos eram capturaveis, sendo necessário algumas matérias para tal ato inecrupuloso. O Game também tinha uma ilha flutuante, chamada de Gold Saucer, onde diversos mini-games que marcaram época estrearam, o meu preferido mesmo, era o de corridas com chocobos...

Temas adultos fora mostrados no game, como prostituição, onde Cloud se vestia de Mulher e adentrava um Bordel estilo "Primeiras 30 Enterradas" ou mesmo o Sangue...que hoje é igual á água, sai daonde não deveria sair...

O Game recebeu ótimas notas da crítica na época, e até hoje, pra mim, é um dos melhores, se não, o melhor RPG do PSX.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Não poste comentários com palavreado Chulo que contenham
Palavrões que possam ofender uma ou mais pessoas, palavras de conteúdo chulo que apenas demostram gírias serão moderadas, Exemplo: F*da.
Se for reclamar, reclame com educação pelo menos, sintam-se livres para falar e discutir sobre o que desejar