Legend Of :: F.E.A.R

Reações: 





Eae! Como vai vocês ? Devem estar me cobrando aquela análise de GTA2 penso eu, bem, parece que vou desapontar vocês, eu estou com receios de postar a análise que escrevi hoje de madrugada, por tanto, eu trago lhes uma análise "inesperada" pois eu analiso - e falo também - mais sobre jogos antigões do que os novinhos, pois bem, quebrarei um Tabú daqui hoje e agora, pois vocês conhecerão o Medo de uma forma nova, e inovadora: Seja bem vindo ao Esquadrão Tático F.E.A.R, ou "First Encounter Assault Recon".

Antes de comerçamos, eu joguei esse jogo pela primeira vez em meados de 2005, onde eu comprei uma PC-Gamer que vinham com o CD-ROM de brinde, acho que foi a maior perda, pois quando ganhei meu PS2, tive que retirar o PC pra dar espaço no quarto...

Lançado em 2005, época em que jogos como Counter-Strike dominavam as Lan Houses e Consoles - vide as versões de CS que saira para o XBox - FEAR trouxe aos jogadores uma nova forma de se ver os FPS, pois aqui o objetivo não era impedir terroristas, ou fazer o inverso com as forças da lei, mas sim adentrar o desconhecido armado até os dentes, com pouca munição, muito CQC e o minímo de Luz possível. Com esse início de ánalise arrebatador, digo-lhes que na época o jogo rapidamente se tornou o vicío da Lan perto da minh casa, e até mesmo em casa, porém a maior novidade foi na parte gráfica: O jogo tinha efeitos de Luz e Shaders ASSUSTADORES! Imagine que só você perdido em um galpão, sem seus companheiros - que morreram misteriosamente um tempo atraz - tenha que enfrentar seus próprios aliados, que por sua vez estão "possuídos" por algo ou alguém, nisso, você têm pouca munição e dua poções: Acertar todo mundo dali com um tiro certeiro, ou mirar nas luzes e exterminar no CQC (Combate Corpo-a-Corpo), veja que a segunda opção é a mais simples e viavél, porém o modo que o jogo te obriga a fazer isso ou aquilo pode se complicar, não por Bugs ou algo assim, mas sim pela dificuldade, FEAR se tornou um épico por esse fator inovador de decissões (que já aviso que o jogo não lhe demostra essas opções com menus como em RE3, mas que você DEVE perceber se possível) e pela sua ambientação - Assustadora e Sombria, Frenética e Drámatica -, além de apresentar uma revolução Gráfica incrível!



Bem, vocês leram a MINHA opiniao quanto ao gameplay em geral, de fato, durante o jogo enfrentar Fantasmas e Espirítos Malignos causam uma variante espetacular ao jogador e protagonista: No ínicio do jogo por exemplo, antes de encontrar o Vilão central, temos alucinações inesplicaveis, a mais marcante é a da sala de Parto, onde ALMA (uma menina estilo Samanta) chega ao mundo carregada de ódio e poder, nessa sala temos que caminha em frente, mas essa tarefa é pertubadora, visto que as paredes SANGRAM, pessoas GRITAM, e objetos se MOVEM, e a surpresa maior chega quando chegamos á porta da sala de parto, acredite, quem estava com fones nessa cena deve ter se agoniado, e com motivos! Durante as batalhas á mão armada, as trilhas de corpos e sangue parecem tomar os cenários, cada tiro dado causa um respingar de sangue que marca as paredes e objetos de forma realistas, Há uma arma no jogo que "Prende" os inimigos ás paredes, eu usava essa arma COMO SE NÃO HOUVESSE AMANHÃ! Cara é muito sádico ver os soldadinhos voando pra parede mais próxima, jorrando litros e litros de sangue, parece meio "Hitler" da vida, mas nem tanto...tente jogar até pegar essa arma ;)

Vamos deixar esse papo Sádico de lado e vamos á estória do game: A história se baseia em um famoso e bem formado grupo de Força Tarefa, nomeado aqui de DELTA Force, que investigam uma corporação misteriosa chamada de ARMACHAN Technology Corp. você faz parte de um grupo militar nomeado de FEAR (First Encounter Assault Recon) que tem a missão de investigar o que causou um verdadeiro massacre dentro da corporação, é nesse ponto que o bicho pega! Pois uma "detenta" da tal corporação parece ter fugido do local num corpo muito perigoso, e está causando uma plena destruíçao na corporação, espere para enfrentar fantasmas, super-soldados, e espirítos agourentos aos montes meu chapa.



O Gameplay do jogo segue á risca o que um CS estipulou, porém o protagonista conta com movimentos inovadores, por exemplo: Pressionando a tecla de Soco, logicamente fará seu personagem socar o que estiver á sua frente, porém tente fazer isso no ar, seu personagem irá ar um RoundHouse Rick estilo Chuck Norris de ser, sabe por que digo isso ? Essa bagaça faz os inimigos literalmente VOAR! CARALHO! Num têm como não ficar zuando com isso nas fases!



As armas são bem legais também, pois passam da manjada 15mm á uma arma que prende os inimigos na parede, ou que eletrificam os pobres diabos, temos á mão granadas e bombas bem interessantes, uma delas é a mina terrestre que podem matar ordas de inimigos se bem usada, e não esqueceremos da tão bem implantada lanterna (essa têm que ser usada o minímo possível, pois chamam a atenção dos inimigos), outro sistema bastante utilizado é o "Slowmo" uma habilidade que como dita o nome, deixa tudo em Camêra Lenta, abrindo um leque de possibilidade de defesa própria ou de Puzzles em que é necessário puxar alavancas.



Em gráficos, se FEAR quisesse realmente dar tensão, logicamente deveriam ser bãos pacas, pois bem, eles são bons, e muito! É bacana ver o cano da arma se iluminando ao relento das chamas que acompanham as balas, que por fim, deixam um rastros de Buscapé Vitaminado estilo Matrix (lembra quando o Neo desvia das balas fazendo uns Lacucarachas?), ou por via os abajures que se movem com seus tiros, movendo sua luz junto, o que faz o cenário se vangloriar de sombras vinda dos corrimões ou caixas, cara...é tanto efeito bacanudo que fica difícil listar aqui e agora.
Os Shaders também são bem aplicados, hoje em dia o Bloom (aquele efeito que parece aumentar a luz das cores brancas) é MUITO utilizado, se tornando exagerado, em FEAR esse efeito é um pouco raro, á ponto de ser visto apenas nas luzes por exemplo, Outro fator importante nesse quesito são os modelos, saiba que são bem feitos e detalhados, e os corpos têm uma fisíca bastante legal, um exemplo é quanto atiramos na perna de um inimigo, a reação normalmente seria apenas jogar um sanguisinho ali e aqui, porém eles se contorcem de dor, e quando pega de cheio, até fazem eles caírem e atirar as avessas até que se levantem, Porreta não é mesmo ?

Em questão sonora, saiba que é uma solidão FDP durante alguns momentos, não guardo meus palavrões nesse quesito, imagine que em cada corredor você ouça um grito ensurdecedor do nada, seguido de tiros, Nos momentos solitários, a companhia pode realmente fazer falta. Os barulhos vão ainda mais além, passos e gemidos, canos batendo, ratos guinchando, e estática passando em algum lugar dos cenários podem ser ouvidos com o auxilio dos melhores Sistemas de Aúdio da época: EAX da Creative, ou o DoublySurround 1.5 da DD, temos também o suporte de DTS e THX que auxiliam mais ainda a imersão, mas caso queira desfrutar de tudo isso, será bom adquirir aqueles fones com barrachinhas na ponta que vendam os sons de fora.

E tese, quem está em busca de um FPS bom em tudo, com gráficos e sons incríveis para uma época longíqua como 2005, além de um modo Multiplayer variado e estavel, poderá tentar FEAR, e nem falo das 8 horas de jogo do Sinlgeplayer que aumentam de acordo com a dificuldade (no Hard por exemplo, eu demorei cerca de 18 horas pra terminar, o que leva dois dias mais ou menos, ja no Normal, varia-se de 8 á 10 o que leva apenas um dia aos dedicados), e numa época tão fértil para os PCs como hoje, não é difícil rodar esse clássico num PC das Casas Bahia (nada contra, só o fato de o processador ser mais considerado que a placa de vídeo, e acabar mais caro que a mesma...) e se estiver com dúvidas da qualidade, assista á um vídeo, em 3D e com fones...MUAHAHAHAHAHA! 

Ficamos por aqui, desejo á todos um bom começo de aulas e semana! NÃO DEIXE DE COMENTAR!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Não poste comentários com palavreado Chulo que contenham
Palavrões que possam ofender uma ou mais pessoas, palavras de conteúdo chulo que apenas demostram gírias serão moderadas, Exemplo: F*da.
Se for reclamar, reclame com educação pelo menos, sintam-se livres para falar e discutir sobre o que desejar